Skip to content

Publicado por Grupo SERES

6 dicas para ser contratado no emprego temporário


Vagas temporárias são oportunidades que sempre surgem no mercado de trabalho. Nesse quesito o comércio é sempre lembrado, principalmente graças a datas comemorativas, como o Natal. Mas as oportunidades surgem também em períodos de férias e feriados em hotéis, restaurantes e cidades turísticas, durante obras e até em grandes eventos. Elas são consideradas como porta de entrada para o mercado, podendo ter critérios de seleção mais abrangentes. Portanto, conseguir a vaga pelo período determinado pode não ser tão difícil; porém, ser efetivado pela empresa ainda é um desafio.

Estudos apontam que, do total de contratações temporárias, cerca de 30% desses funcionários são mantidos pelas empresas. Para estar dentro desta porcentagem é preciso se adaptar bem ao serviço e se destacar. Entre vários fatores, o engajamento do funcionário é um dos pontos considerados mais importantes entre a contratação e a dispensa.

Abaixo listamos seis dicas para potencializar o engajamento:

1 – Dedicação e Comprometimento:
Qualquer empregador busca funcionários dispostos e proativos. Neste caso, a dedicação desde os primeiros dias é muito importante para se adequar rapidamente ao trabalho, entender as demandas e o funcionamento da empresa. É bacana esbanjar atitude, demonstrando vontade de aprender tudo. O trabalho chamado de temporário deve ser assumido como um projeto de trabalho fixo, uma oportunidade de valorização profissional.

2 – Bom relacionamento:
É importante demonstrar entrosamento, empatia e bom trabalho em equipe. Colaborar com o grupo pode trazer resultados melhores para a empresa e isso é valorizado pelos gestores. Ser bem avaliado pelos funcionários mais antigos também é positivo. Evite grupos de fofocas e fique atento ao funcionamento das equipes, informando-se com quem já foi efetivado sobre a dinâmica da empresa desde o início.

3 – Responsabilidade:
A maioria das vagas temporárias é bastante cobiçada e disputada. Os funcionários que conseguem a colocação precisam ter responsabilidade ao ocupar essas atribuições. Seja pontual, atencioso e procure entregar o que for pedido no prazo determinado. Dedique-se a cumprir as metas e o serviço que foi indicado.

4 – Postura
É preciso ter postura dentro e fora do emprego. Na empresa é necessário respeitar a forma de se vestir ou o uniforme, falar com educação com clientes e funcionários e ter cuidado com a forma como se apresenta.
Longe da empresa, é preciso atenção com o que expõe nas redes sociais. Apesar de o espaço ser “seu”, muita gente pode ter acesso. Não faça reclamações do trabalho e tenha cautela ao se referir a trabalhos anteriores e a outros profissionais.

5 – Foco
Faça o que foi pedido com foco e atenção. Conheça bem a empresa e o produto/marca que trabalha. Saiba abordar o cliente de forma eficiente e os gestores com novas ideias e aprenda a resolver os problemas com agilidade.
Funcionários extras muitas vezes são contratados para “aliviar” o serviço. Por isso, precisam absorver as demandas e apresentar soluções.

6 – Lide bem com as críticas
O profissional que aprende a receber e a conviver com o feedback – seja ele positivo ou não – demonstra vontade de melhorar e humildade. Além disso, é preciso entender os pontos que foram apresentados para poder contribuir mais com a equipe.

Fontes:
Administradores
Empregos.com
RH Portal

Empresas do Grupo