Skip to content

Publicado por Grupo SERES

Perfil comportamental: o que é e como saber qual é o seu?

perfil comportamental

Cada um de nós possui diferentes formas de reagir perante cada situação. Isso é algo que percebemos desde cedo, e que acontece por infinitos fatores. Mas, apesar de todos possuirmos individualidades, existe um padrão que permite que sejamos inseridos em somente uma de quatro categorias de perfis comportamentais. Diante desse cenário, processos de contratação passaram a se beneficiar desse mapeamento, pois ele indica a provável reação do profissional no ambiente de trabalho.

Exemplificando: existem pessoas que são menos flexíveis em relação aos horários de trabalho e preferem rotinas bem regradas. Outros não se importam de trabalhar à noite, ou mesmo de madrugada. Uns têm problemas em ser subordinados, enquanto outros não funcionam tão bem sem alguém para lhes dar direcionamentos. Os exemplos são muitos, assim como os modelos de trabalho e, certamente, alguns perfis se encaixam melhor em determinadas vagas.

Para fazer o mapeamento do perfil comportamental, testes e relatórios são utilizados para que profissionais de RH e gestores tornem seus trabalhos de contratação mais assertivos.

O estudo

A busca pelos perfis comportamentais é antiga. Os gregos relacionavam os elementos terra, água, ar e fogo com a personalidade das pessoas. Depois foi atribuída a Hipócrates a criação de novos conceitos: Colérico, Sanguíneo, Fleumático e Melancólico. Nota-se que os perfis são sempre divididos em quatro.
E, no início dos anos 20, o psicólogo norte-americano William Moulton Marston construiu o que dá base a muitos dos processos de hoje: o modelo DISC – formado pelas iniciais de Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade. Os quatro perfis podem ter definições diferentes de acordo com quem os emprega, alguns utilizam animais como simbologia para esses perfis, outros têm definições diretamente relacionadas ao ambiente de trabalho, como Executor, Comunicador, Planejador e Analista. De qualquer forma, o norte é sempre dado de acordo com as respostas de quem se submete ao teste e que, por fim, será enquadrado em um dos quatro perfis.

Como saber qual é o seu

Na internet, diversos sites oferecem testes gratuitos. Esses testes podem servir como forma de “quebrar o gelo” com o conceito de perfil comportamental. Também podem servir para que o candidato entenda se determinado cargo tem a ver com sua personalidade.

A empresa que optar pela análise do perfil comportamental no processo provavelmente optará por elaborar um teste próprio, se já não o tiver. Em todos os casos, é importante que o candidato seja o mais sincero possível nas respostas, para que a contratação, caso aconteça, seja o início de uma experiência produtiva para todos os envolvidos.

 

Fontes:

Solides

Solides

Portal IBC

Administradores 

Empresas do Grupo