Skip to content

Publicado por Grupo SERES

Tudo o que você precisa saber sobre Programas de Trainee


Um emprego de sucesso dentro da sua área de formação e com um bom salário é o sonho de todos os jovens estudantes ou recém-formados. Os programas de trainee podem ser uma alavanca neste objetivo. Isso porque esta possibilidade oferece uma remuneração alta, plano de carreira e muito aprendizado durante o processo.

Esses são programas que normalmente têm duração média de um ano, com proventos que costumam variar de R$ 3 mil a R$ 5 mil por mês. O perfil básico procurado pelas empresas para ocupar essas vagas é de jovens entre 22 e 30 anos, que vão concluir o ensino superior em dois anos, ou que tenham se formado há este mesmo tempo. O objetivo é encontrar talentos diferenciados que possam ser treinados e se desenvolver com a mentalidade da organização para chegar até os cargos de liderança. A contratação é feita pelo regime da CLT, com os direitos trabalhistas previstos na lei (como FGTS, férias, 13ª salário, entre outros).

Para quem acha o salário alto, já que normalmente se trata de um jovem com pouca experiência, vale entender que a ideia das empresas é realmente investir para garimpar bons profissionais, esperando o retorno de contar com um funcionário qualificado a longo prazo.

Possui interesse em fazer parte de algum Programa de Trainee? Veja as principais dúvidas dos jovens que procuram estas vagas e se prepare:

Como funciona?
Durante o tempo do programa, os jovens selecionados passam por um processo de desenvolvimento, visando aprimorar suas características técnicas e comportamentais. As empresas normalmente promovem o sistema conhecido pelo termo “job rotation”, quando os trainees têm a oportunidade de trabalhar em diversas áreas para conhecerem o negócio e a estrutura da empresa. Há empresas que buscam jovens generalistas e outras preferem os especialistas.

Ao final do programa, em caso de bom aproveitamento e bom desempenho, o jovem pode atuar na área em que mais se identificou ou na que obteve os melhores resultados, de acordo com a avaliação dos seus superiores. E normalmente em cargos de destaque.

Quem as empresas procuram?
Além da faixa etária e nível de escolaridade citados acima, as empresas costumam buscar jovens com conhecimento em pelo menos mais de um idioma em nível intermediário ou fluente, que tenha cursos de capacitação, disponibilidade para viagens e para mudar de localidade (estado e país).
Mas, além disso, algumas características tendem a ser mais valorizadas, como liderança, proatividade, bom relacionamento, flexibilidade, criatividade, ousadia, dinamismo, capacidade de aprendizado rápido e de solução de problemas, foco em resultados e visão estratégica e de negócios.

Como é feita a seleção?
O processo seletivo é a forma que a empresa tem para conhecer melhor seus candidatos e poder selecionar os que têm maiores chances de se encaixar dentro da sua cultura.
O formato pode variar, mas normalmente são bem longos e bastante concorridos. Em geral compostos por cinco a sete etapas, que começam com uma prova online (conhecimentos gerais e língua estrangeira). Além desta, há também a avaliação de currículos, dinâmicas, testes, entrevistas, entre outras possíveis etapas.

Qual a diferença entre estágio e trainee?
A diferença principal entre um estagiário e um trainee é que, ao final deste programa, o profissional é considerado apto para assumir um cargo de destaque ou de liderança. Os programas de estágio e de trainee têm alvos distintos com relação ao formato, ao perfil procurado, às tarefas exercidas, entre outras diferenças.
Em resumo: o objetivo de um programa de estágio é ensinar, na prática, as atividades da profissão pretendida pelo estudante, enquanto um trainee é ensinado a ser gestor.

Fontes:

Seja Trainee
My Trainee
G1
Sebrae
Endeavor

Empresas do Grupo