Entenda o RH 4.0: O que é, por que é importante e tendências

Entenda o RH 4.0

 

Antes de falarmos sobre o RH 4.0 ou o novo formato pelo qual todas as áreas de Recursos Humanos deveriam se adequar, uma pergunta importante: você sabe o que é a IV Revolução Industrial?

Da mesma forma que o maquinário a vapor substituiu os produtos manufaturados e depois surgiram as indústrias segmentadas e linhas de produção organizadas, agora quem assume o protagonismo é a tecnologia. Ela não substituirá o homem, mas já faz parte da maioria dos processos. 

Conhecida também como Revolução 4.0, a ideia é propor uma mudança de pensamentos, comportamentos e de se relacionar com a informação. O conceito de combinar máquinas e sistemas para criar redes inteligentes ainda depende do RH para atrair a mão de obra idealpara os novos modelos de trabalho.

Mas não é só a parte de produção das empresas que passa por evolução. Uma revolução de verdade envolve todos os setores e, claro, o RH não fica de fora. Como uma espécie de novo cérebro das organizações ou parte fundamental de controle de todas as áreas, a equipe de Recursos Humanos agora passa a contar com processos e funções automatizadas para poder focar no bem-estar dos colaboradores e em resultados melhores para a empresa.

 

Conhecendo o RH 4.0 

A equipe de RH agora é estratégica. Muito se fala sobre isso, mas a prática às vezes não funciona como deveria. Ter uma função voltada para planejamento e não para operações significa expandir as atribuições e ocupar um espaço fundamental de relevância dentro da empresa.

Isso não quer dizer que o RH deixou suas responsabilidades “tradicionais” de lado. Essas atribuições continuam sendo do setor, no entanto, esta parte operacional terá o, agora insubstituível, apoio da tecnologia no RH 4.0.

Com os processos automatizados, ganha-se mais agilidade, menos erros e redução de trabalhos mecânicos e repetitivos para a equipe. A integração de dados e informações que permitem análises e monitoramentos da evolução de cada setor também são consequências da automatização. E o tempo que não é mais dedicado ao operacional é aproveitado para cuidar do que importa: os colaboradores.

 

Por que o RH precisa evoluir? 

Falar de RH 4.0 não pode ser visto como uma tentativa de mudança ou uma tendência passageira. É a realidade. Uma atuação mais dinâmica, ágil e estratégica mostra bons resultados, tanto financeiros quanto sociais.

As tarefas tradicionalmente atribuídas ao setor eram restritas e mecânicas: documentos, pagamentos e encargos da folha. A contratação e a demissão também eram um dos serviços desempenhados, mas não havia muita preocupação com a atração, o desenvolvimento do profissional e as formas de mantê-lo na empresa.

Este modelo foi mostrando-se cada vez menos eficiente. Para a empresa, principalmente pela rotatividade de funcionários que muitas vezes acontecia, e também para o funcionário, que não evoluía em sua carreira. E é por isso que o RH de hoje precisa estar cada vez mais distante deste formato.

O RH 4.0 precisa ser o elo entre os colaboradores, os objetivos da empresa e a imagem que esta organização quer passar para a sociedade. O RH é agora a principal peça para que todas as engrenagens funcionem em comunhão.

 

Tendências do RH 4.0

 

Os profissionais de RH devem estar cada vez mais de acordo com as demandas da empresa e identificar formas de melhorar os resultados e a performance das equipes. Neste processo, algumas tendências do RH 4.0 têm ganhado destaque na hora de implementar novidades.

 

Colaboradores com perfil mais adequado para cada tarefa

Um recrutamento mais amplo e sofisticado tem sido possível com as novas tecnologias. É possível buscar currículos e promover vagas para públicos segmentados. Além disso, as ferramentas digitais facilitam o trabalho remoto, o que torna viável encontrar talentos de outras cidades ou até fora do país. O RH 4.0 hoje pode encontrar o perfil exato para cada vaga disponível.

 

Liderança 4.0

Pode-se encontrar líderes nas equipes para ajudar nos processos de seleção. Junto aos líderes de RH é possível aprender sobre as tecnologias digitais e como usá-las com eficiência. Como ferramentas de colaboração, de comunicação e de análise de dados.

O trabalho do RH agora deve ir além da contratação. Deve incluir treinamento e adaptação na empresa.

 

Uso maior de recursos on-line

Os ambientes físico e digital estão cada vez mais atrelados. E, por isso, o RH deve estar cada vez mais on-line e tecnológico.

 

Menor tempo de trabalho

Jornadas menores são o futuro das empresas. Já é comprovado que tarefas executadas em menor tempo recebem mais foco, porque são realizadas em caráter de urgência. Além disso, os profissionais ficam mais motivados, sabendo que terão tempo livre para suas atividades pessoais.

O uso de tecnologias é um dos principais motivos para este novo formato funcionar, já que permitem que o profissional faça mais atividade em menos tempo.

 

Gestão remota

Agora, a necessidade de reuniões presenciais é cada vez menor. Os formatos home office e de jornadas menores têm ganhado espaço. No entanto, os profissionais precisam estar disponíveis em qualquer lugar e, por isso, softwares e outras ferramentas possibilitam encontros, registros de metas e resultados à distância.

 

Uso de inteligência artificial

A inteligência artificial já é usada para recomendar produtos e filmes, exibir anúncios e até dirigir carros autônomos. E, agora, devem ser usados na gestão de pessoas. Algoritmos podem ajudar a identificar e premiar os melhores colaboradores, além de corrigir maus desempenhos.

 

Fica mais fácil definir e identificar quais novidades devem ser implantadas com prioridades se você consegue enxergar a urgência da revolução, que é uma realidade. Se você precisa de ajuda para construir um RH mais estratégico, nós podemos ajudá-lo, entre em contato.

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp