Quais são os principais tipos de estágio e como escolher de acordo com o perfil profissional?

tipos de estágio

O estágio é uma boa oportunidade para os estudantes ingressarem no mercado de trabalho. Além de enriquecer o currículo, permite que o aluno coloque em prática as teorias estudadas. Com isso, é possível obter amadurecimento profissional e pessoal, bem como fazer networking e conquistar outras vantagens ainda durante o período de estudos.

Durante o estágio, o estudante pode iniciar o desenvolvimento de uma carreira por meio do contato tanto com profissionais mais experientes na área de atuação dele quanto com aqueles que fazem a gestão de pessoas. Também é possível aprender novas metodologias e passar por várias empresas para aprimorar experiências.

Há várias modalidades de estágio com características distintas para atender às necessidades dos estudantes. As empresas criam programas específicos e estipulam algumas regras para quem deseja participar de seus processos seletivos. Existem organizações especializadas na seleção e análise de perfis, os quais são enviados aos estabelecimentos interessados em contratar estagiários.

Neste conteúdo, vamos apresentar quais são os principais tipos de estágio e como eles funcionam. Você gostaria de compreender as características das modalidades de estágio existentes no mercado? Acompanhe a leitura!

Quais são os principais tipos de estágio?

O estágio é uma atividade laboral diferente do emprego com carteira de trabalho assinada, visto que é realizado em menos tempo e mediante assinatura de um contrato. A modalidade foi criada para garantir a formação de profissionais qualificados e mais aptos para ingressar no mercado. A primeira experiência profissional da maioria das pessoas se dá por esse tipo de contratação.

Com o estágio presencial e online, abrem-se várias opções para iniciar o trabalho em diversas áreas de atuação. Ao optar por essas vagas, o estudante enfrenta vários desafios e aprende os processos inerentes a sua ocupação e a profissões complementares. A carga horária e a remuneração dependem da empresa e da função a ser exercida. Observe os principais tipos de estágio existentes:

  • estágio remunerado;
  • estágio obrigatório ou curricular;
  • estágio supervisionado;
  • estágio não obrigatório ou voluntário.

Geralmente, os estágios são remunerados e o tempo de permanência na vaga pode variar entre 6 meses e 2 anos. A idade exigida depende do curso em que o estudante está inscrito: educação profissional de nível médio, ensino médio, educação superior, educação profissional de nível superior ou educação especial. Contudo, quem já estiver formado não poderá ser estagiário. Ou seja, a oportunidade do estágio está disponível para as pessoas que estão estudando ou realizando cursos profissionalizantes.

Embora algumas vagas não sejam remuneradas, elas podem oferecer diversas vantagens para quem estiver disposto a preenchê-las. Alguns benefícios desses programas são a aquisição de conhecimentos e a familiarização com as atividades profissionais.

Como escolher um estágio de acordo com o perfil?

O primeiro passo para escolher uma vaga de estágio conforme o perfil profissional é ficar atento aos programas abertos no mercado, pois não há data certa para o surgimento de oportunidades. Quem tiver interesse em uma empresa específica deve se informar a respeito da abertura de vagas. Veja a seguir algumas dicas que podem facilitar essa escolha!

Acompanhar as notícias

As grandes empresas costumam anunciar em jornais e noticiários as vagas de estágio abertas para inscrição. Normalmente, elas repassam algumas informações sobre o programa a sites especializados na divulgação de vagas disponíveis. É interessante acessar essas páginas e fazer uma pesquisa até encontrar a oportunidade ideal que se encaixe nas necessidades do candidato.

Fazer a inscrição

Quando o estudante encontrar uma vaga de estágio que corresponda aos seus interesses, ele deve fazer imediatamente a inscrição para participar do processo seletivo. A primeira fase pode constar de uma prova online que levará o candidato para a próxima etapa: a seleção virtual ou uma entrevista presencial. Dessa forma, a empresa vai selecionar o melhor estagiário.

Preparar-se para a prova

Caso a intenção seja conquistar uma vaga disputada no mercado, o candidato deve se preparar. As grandes organizações cobram muitos conhecimentos dos estudantes e estão em busca de novos talentos. Portanto, é importante estar pronto para participar das provas e das entrevistas e ler vários materiais sobre os assuntos que poderão ser abordados pelos gestores.

Observar as atribuições da vaga

Um estágio online em home office, assim como o presencial, é um trabalho real que requer o cumprimento de funções e, assim, deve ser levado a sério. As atividades do estagiário produzem impactos sobre a organização, razão pela qual ele precisa analisar as atribuições de uma vaga antes de tentar preenchê-la. Ao conquistar a oportunidade, o estagiário deve se comportar como um funcionário da empresa que o contratou.

Analisar a carga horária

É essencial administrar o tempo de estudo e de estágio. Cada vaga pode exigir cargas horárias diferenciadas. Sendo assim, o estudante deve ter o cuidado de avaliar sua disponibilidade para depois se candidatar. Isso demonstrará a organização e a responsabilidade do estagiário, que deverá estar disponível para a empresa conforme o horário combinado com os gestores.

Tirar dúvidas

Antes de assinar o contrato de estágio, o candidato precisa tirar todas as suas dúvidas sobre pagamentos, período de férias, folgas semanais etc. Se for necessário, ele deve sair da zona de conforto e apresentar seus questionamentos, de modo a se certificar de que estará à disposição da organização que o está contratando e contribuindo para seu aprendizado.

Informar-se sobre as políticas do negócio

Se o estudante está interessado em fazer parte de uma empresa, é necessário que ele se informe sobre as políticas da organização e conheça as informações mais relevantes, como missão, visão e valores. É recomendado realizar uma leitura sobre a empresa e sua história, a fim de saber como ocorreu seu desenvolvimento. Além disso, o aluno pode conversar com pessoas que trabalham no local para ter uma ideia mais precisa sobre o ambiente.

Ficar atento às orientações

Durante a entrevista, o candidato deve prestar muita atenção às informações repassadas pelo entrevistador. É nesse momento que ele compreenderá os objetivos da empresa contratante e poderá definir se essa oportunidade continua sendo interessante. Após assinar o contrato, é importante que o estagiário esteja aberto a receber orientações e disposto a aprender as rotinas da empresa.

Entender o funcionamento do programa

O estudante precisa considerar seus pontos fortes e fracos ao analisar a vaga de estágio. Também deve compreender o funcionamento do programa e entender como os outros profissionais esperam que ele se comporte na empresa. Outra conduta relevante é conferir semanalmente o surgimento de novas oportunidades e estar disposto a assumir responsabilidades maiores.

Avaliar as vantagens

O estágio tem várias vantagens a oferecer. Além de um pagamento (se o estágio não for voluntário), o estudante ganhará experiência prática e terá mais facilidade para se adaptar a um emprego no futuro. O estagiário também tem a oportunidade de se aprimorar, diminuir eventuais deficiências e descobrir mais sobre a profissão escolhida.

Ter boas notas

Os candidatos selecionados para as melhores vagas são aqueles que têm boas notas e são bons alunos. Os profissionais que fazem recrutamento e seleção avaliam diversos fatores antes de tomar sua decisão. Afinal, o estagiário poderá construir relações profissionais duradouras e permanecer na empresa após a conclusão do curso.

Quais são as características de um estágio?

As características do estágio dependem de alguns fatores, porém os principais requisitos estão dispostos na Lei nº 11.788/2008, que trata da definição e classificação desse tipo de relação. Observe abaixo os aspectos mais relevantes da contratação de estagiários e dos direitos que esses colaboradores têm ao ingressar em uma empresa!

Ausência de vínculo empregatício

Segundo a legislação vigente, o contrato de estágio não configura vínculo de emprego com a empresa, de modo que é proibido efetuar descontos previdenciários, sociais ou trabalhistas da remuneração do estagiário. O estudante deve estar matriculado e frequentar regularmente o curso, conforme atestado fornecido pela instituição de ensino.

A relação deve ser formalizada por meio de um termo de compromisso. As atividades desenvolvidas durante o estágio precisam estar descritas nesse termo e devem ser acompanhadas pelo orientador da instituição de ensino, assim como pelo supervisor da empresa concedente. Caso haja o descumprimento das regras previstas no ordenamento jurídico, o vínculo empregatício pode ser caracterizado, gerando despesas para as organizações contratantes.

Limite de jornada de trabalho

O estagiário tem o direito de cumprir uma jornada de trabalho menor do que a dos outros funcionários efetivados. De acordo com a norma, o limite é de 6 horas diárias ou 30 horas semanais para estudantes do ensino médio, da educação profissional ou da graduação.

Já os alunos do ensino fundamental ou da educação especial poderão cumprir somente 20 horas semanais e, no máximo, 4 horas por dia. Entretanto, as organizações também podem estabelecer vagas com essa carga horária para estudantes do ensino superior, tendo em vista que o limite legal se refere à quantidade máxima de horas.

Por outro lado, os cursos que permitem a alternância entre prática e teoria, com períodos de aulas presenciais, podem ter jornada estendida a até 40 horas por semana. Essa possibilidade deve ter previsão no projeto pedagógico e ser planejada pela instituição de ensino.

Remuneração ou pagamento

As empresas devem oferecer uma bolsa ao estagiário contratado e o vale-transporte para seu deslocamento. A remuneração precisa ser negociada antes de o contrato ser assinado e, normalmente, gira em torno de um salário mínimo mensal. Outros benefícios, como plano de saúde e vale-alimentação, podem ou não ser concedidos pela organização.

Férias do estágio

O estagiário não tem vínculo de emprego com a empresa, contudo o estudante tem direito a férias como os demais colaboradores. A lei prevê que ele tenha 30 dias de descanso a cada 12 meses, e esses dias deverão ser usufruídos, preferencialmente, durante o recesso escolar. O mês de descanso deve ser remunerado se o estagiário recebe contraprestação.

Duração máxima

A duração máxima do contrato de estágio é de 2 anos, conforme previsão legal. As empresas costumam fazer contratos de 1 ano com possibilidade de renovação para, no máximo, mais 12 meses. Depois disso, a contratação do estagiário não poderá ser renovada, a menos que ele seja portador de deficiência ou que venha a ser efetivado pela organização.

Como funciona cada tipo de estágio?

Um estágio pode ser uma fase determinante no desenvolvimento individual da carreira dos jovens que almejam ingressar no mercado de trabalho. Essa experiência pode definir a vida profissional do estudante após sua formatura e permitir que ele tenha sucesso em sua jornada. Confira adiante os diversos tipos de estágio que podem ser encontrados!

Estágio remunerado

O estágio remunerado é aquele em que o estudante vai receber uma remuneração em troca dos serviços prestados à empresa. O pagamento é uma bolsa-auxílio ou uma forma de contraprestação. Muitos gestores aproveitam essa oportunidade para selecionar e treinar os futuros colaboradores que serão efetivados e passarão a fazer parte do seu quadro de funcionários.

Contudo, os candidatos precisam escolher a modalidade que for mais vantajosa e que se enquadre em suas ambições. Alguns priorizam a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento profissional, enquanto outros preferem a independência financeira e escolhem a vaga tendo por base a remuneração.

Estágio obrigatório ou curricular

A modalidade conhecida como estágio obrigatório ou curricular é exigida por algumas graduações, por exemplo, Enfermagem e Medicina. Esses cursos têm o estágio como requisito para complementar a formação profissional. Desse modo, a atividade está descrita como obrigatória na grade curricular e deve ser realizada para a conclusão do curso.

Entretanto, o estágio obrigatório nem sempre é remunerado e sua carga horária é estabelecida pela instituição de ensino. A quantidade de horas é determinada pelo Ministério da Educação (MEC). Também pode ser necessária a realização de atividades extracurriculares para a complementação dessa modalidade, assim como podem ser cobrados outros requisitos para a aprovação dos alunos. Se a grade curricular exigir, as atividades obrigatórias deverão ser registradas e entregues em uma espécie de relatório.

Vale destacar que estágio obrigatório não é a mesma coisa que estágio remunerado. Esse último se trata de uma tarefa extracurricular, ou seja, é uma opção do estudante fazer tarefas laborais enquanto está realizando um curso, e ele recebe uma remuneração para isso.

Estágio não obrigatório ou voluntário

Um estágio não obrigatório é aquele que acontece livremente, visto que não é exigido como parte da carga horária de um curso. Nesse caso, o aluno escolhe se quer ou não estagiar e não precisa comprovar essas horas para a obtenção de um diploma. Trata-se de uma atividade opcional que pode ser acrescida à experiência do estudante.

Jovem aprendiz

Jovem aprendiz é um tipo de contrato que tem o objetivo de inserir jovens no mercado de trabalho. No entanto, trata-se de um programa diferente do estágio, pois não exige a matrícula em instituição de ensino superior. Podem ser contratadas pessoas que tenham de 14 a 24 anos.

Os jovens precisam estar matriculados em programa de aprendizagem, mas não necessitam estar inscritos em uma faculdade. Com esse tipo de contratação, as organizações têm mais flexibilidade e podem escolher os cargos mais interessantes para o estudante realizar suas atividades laborais. Portanto, não há uma área específica de atuação nem vínculo de emprego.

Quais as vantagens de fazer um estágio?

Vale a pena fazer estágio se o objetivo do estudante for trabalhar na área em que está estudando. Assim, ele poderá receber uma remuneração pelos seus serviços enquanto aprende questões práticas da sua profissão. Adiante, estão registradas as principais vantagens de optar por um estágio remunerado após cumprir a carga horária obrigatória!

Conhecimento do mercado de trabalho

Todos os segmentos do mercado de trabalho têm particularidades que exigem conhecimentos teóricos. Em contrapartida, oferecem aprendizado prático que não compõe as grades curriculares dos cursos. Ao fazer um estágio, o estudante descobre as áreas de atuação que são mais promissoras, têm altas demandas e pagam mais.

Ganho de experiência nas atividades

Quem faz um estágio percebe com antecedência as habilidades que precisará desenvolver para se destacar dos outros profissionais atuantes no mesmo ramo. Não importa qual seja o objetivo, o estudante precisa considerar que enfrentará grande concorrência para conquistar uma vaga de trabalho no mercado. Dessa forma, a experiência como estagiário será um diferencial competitivo.

Prática dos aprendizados teóricos

Ao realizar um estágio, o profissional recém-formado já conclui o curso tendo experiência em sua área de atuação e sabendo lidar com as tarefas de rotina. Embora a grade curricular da maioria dos cursos ofereça disciplinas práticas, elas podem ser insuficientes para os estudantes interessados em executar os ensinamentos teóricos recebidos durante as aulas.

Durante esse período, o aluno visualiza o que foi ensinado no curso e passa a aprender com situações reais em vez de casos hipotéticos repassados por professores e orientadores. Portanto, é uma grande oportunidade para aplicar os aprendizados, vivenciar o cotidiano da profissão escolhida e desenvolver sua carreira profissional.

Recebimento de remuneração

O estagiário que trabalha enquanto realiza o curso recebe seu próprio dinheiro e isso é gratificante. O estudante consegue ter maior liberdade financeira para fazer investimentos em novos cursos e se aperfeiçoar ainda mais em sua área profissional. Além disso, ele pode guardar uma reserva para realizar outros projetos assim que concluir seus estudos.

Criação de networking

Os estudantes que realizam um estágio começam a fazer o networking desde o princípio de sua carreira profissional. As atividades dessa experiência ajudam o aluno a tomar uma posição diante do mercado, a ficar mais conhecido e a conseguir indicações para a realização de serviços. É uma oportunidade de reunir contatos e conhecer novas pessoas.

Profissões complementares

Durante o período de estágio, o estudante conhece outros profissionais que executam atividades complementares e pode criar parcerias futuras. Para isso, basta ficar atento às ofertas de vagas que são divulgadas muitas vezes pelos próprios professores ou nos quadros de avisos da instituição de ensino e nos sites criados com esse objetivo.

Formação de um currículo atrativo

As experiências de um estagiário possibilitam a formação de um currículo diferenciado que vai chamar a atenção dos futuros recrutadores. As empresas observam o candidato durante o período em que ele estagiou nas organizações, a fim de ter uma ideia das habilidades desenvolvidas. Esse aprendizado prático não pode ser substituído por cursos, palestras, workshops ou outros eventos.

Investimento na formação

Fazer um bom curso em uma instituição renomada é uma ótima decisão. No entanto, o estágio também é um investimento que fará diferença ao longo do tempo. Após realizar um estágio, o profissional terá um melhor desempenho assim que for contratado para trabalhar em uma empresa ou terá capacidade de abrir seu próprio negócio devido ao aprendizado adquirido na época de estagiário.

Por outro lado, um estudante que realiza estágio obtém muitos benefícios exclusivos que vão além do aprendizado fora das salas de aula e da instrução de professores altamente qualificados. O estagiário tem acesso à infraestrutura completa de uma organização, o que lhe permite compreender como os conhecimentos obtidos poderão ser aproveitados após sua formação.

Apoio personalizado

O estágio online funciona como um treinamento continuado no qual o estudante recebe apoio personalizado da liderança empresarial durante sua jornada de estudos. Esses profissionais vão ajudar o aluno a conhecer as rotinas laborais e darão a ele a possibilidade de criar hábitos saudáveis que incluam o trabalho, os estudos e a vida pessoal e social.

É interessante aproveitar a oportunidade de realizar um estágio não obrigatório para aprofundar a experiência vivenciada durante a modalidade obrigatória. O trabalho é uma chance de ter o desenvolvimento e o desempenho profissional acompanhados por pessoas especializadas na área de recursos humanos (RH), as quais poderão indicar o caminho a ser seguido pelo estudante após a formatura.

No relatório de estágio, estarão registradas todas as atividades realizadas, assim como o aprendizado que o aluno obteve com suas experiências práticas. Nesse documento, vai constar o que o estagiário fez durante o tempo em que esteve à disposição de uma empresa, e isso abrirá portas importantes para ele dar continuidade a sua vocação.

Como o Grupo SERES pode ajudar?

O Grupo SERES pode ajudar com a execução dos programas de estágio da sua empresa e com a gestão de talentos. A empresa oferece o desenvolvimento e a implantação de programas, bem como o auxílio de uma equipe especializada na atração e seleção de candidatos. Os profissionais acompanham o projeto e a sua administração.

Entendeu quais são os principais tipos de estágio e como escolher de acordo com o perfil? Então, saiba que o time especializado do Grupo SERES tem know-how no uso de tecnologias para games, testes, entrevistas e comunicação com o público. O Grupo SERES agiliza o preenchimento das vagas e surpreende seus clientes com o seu programa de estágios.

Gostou do conteúdo? Então confira nossas páginas do LinkedIn, Instagram e Facebook!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp