5 melhores ferramentas de gestão de pessoas para um setor mais estratégico

ferramentas de gestão de pessoas

Para que uma empresa atinja seus objetivos, é imprescindível que invista não apenas no desenvolvimento de seu capital humano, mas nos processos de aquisição de talentos. Nesse sentido, o departamento de Recursos Humanos tem a grande responsabilidade de recrutar e selecionar, entre diversos candidatos, os profissionais com o perfil mais adequado à cultura da empresa, tendo as ferramentas de gestão de pessoas como verdadeiras aliadas.

Trabalhar com metodologias ágeis, softwares e estratégias inovadoras permite que a organização proporcione uma série de benefícios aos seus gestores e colaboradores. Como um ambiente organizacional muito mais saudável e humanizado, cumprimento de prazos e metas, aumento da qualidade do atendimento ao cliente, entre muitos outros.

Por isso, preparamos este post para você conhecer as principais ferramentas de gestão de pessoas para um setor mais estratégico. No decorrer deste conteúdo, mostraremos como métodos, tecnologias e ações focadas nos profissionais podem beneficiar a empresa toda.

Continue a leitura para conferir!

1. Gamificação

A gamificação, em termos simples, é uma ferramenta que usa técnicas de jogos para treinar e desenvolver as habilidades dos colaboradores. Também, pode analisar candidatos em processos de recrutamento e seleção, por meio de simulações de situações do cotidiano da organização.

Ela tem a premissa de unir elementos dos jogos virtuais para transmitir uma mensagem, avaliar profissionais e, até mesmo, treinar as habilidades dos colaboradores dentro de um ambiente organizacional. Assim, é um formato lúdico, envolvente e didático de aprimorar a gestão de pessoas.

A ideia é criar um jogo customizado para traçar o perfil dos profissionais e alinhá-los à realidade da empresa. Assim como em jogos virtuais, à medida que os participantes cumprem com objetivos e atingem metas, recebem pontos e recompensas. A finalidade é mensurar competências e motivá-los.

Essa é uma das ferramentas de gestão de pessoas que mais tem se popularizado, especialmente, devido ao forte processo de transformação digital pelo qual a sociedade moderna passa, e pode ser aplicada em diferentes contextos, como:

  • recrutamento e seleção de candidatos;
  • processos de onboarding de funcionários;
  • treinamentos de colaboradores.

O departamento de Recursos Humanos pode ser beneficiado com uma atuação mais estratégica. Afinal, esse recurso inovador permite uma visão analítica mais minuciosa, facilitando a identificação de perfis e a delegação de tarefas, de acordo com as competências e os pontos fortes de cada integrante da equipe de talentos.

2. Chatbots

Os inovadores assistentes virtuais, chamados chatbots, são muito mais que ferramentas de gestão de pessoas, pois viabilizam a comunicação entre máquinas e humanos em variados contextos. Resumidamente, essa tecnologia é desenvolvida com base em Inteligência Artificial e Machine Learning, que usa dados e algoritmos para identificar informações, aprender padrões e gerar respostas inteligentes em tempo real.

CTA Lideranca 4.0 o que voce precisa saber sobre isso2

Os chatbots são amplamente usados na gestão de pessoas por conta de suas inúmeras aplicações, como aquisição de talentos, onboarding, comunicação interna, treinamentos, canais de escuta, redução da burocracia.

Empregar chatbots à gestão de pessoas é uma estratégia que permite que a empresa promova o employer branding das seguintes maneiras:

  • aumenta a participação e a satisfação dos funcionários;
  • atrai, identifica e retém talentos;
  • melhora a percepção da empresa, interna e externamente;
  • promove treinamentos de maneira simplificada;
  • desenvolve experiências rápidas e intuitivas para os candidatos a um cargo;
  • promove a independência dos profissionais na busca de informação, por meio do autosserviço

3. Pesquisa de clima organizacional

O ambiente de trabalho de uma organização é, sem dúvidas, um dos pontos que mais impactam no engajamento e na motivação dos colaboradores. Assim, podemos afirmar que a pesquisa de clima organizacional é uma das ferramentas de gestão de pessoas que podem contribuir para que o RH desenvolva estratégias mais eficientes.

Essa metodologia permite que os profissionais de Recursos Humanos avaliem traços, comportamentos e aspectos do ambiente de trabalho que impactam diretamente nas relações entre os colaboradores e em sua produtividade. Com base nisso, é possível fazer as devidas intervenções para ser construído um local humanizado, saudável e pautado na ética e no profissionalismo. Além da criação de planos de ação, para fomentar o trabalho em equipe e o espírito colaborativo entre os membros do time.

4. Mentoring

Por fim, a mentoria — ou, como também é conhecida, mentoring — é uma metodologia muito usada na gestão de pessoas por ser um excelente processo de transferência de conhecimentos. Em suma, consiste no ato de um profissional com mais tempo de empresa (e consequentemente mais experiência) “apadrinhar” um novo integrante da equipe, ensinando a lidar com as rotinas de trabalho da melhor maneira possível.

Essa estratégia é fundamental na redução da curva de aprendizagem e, portanto, pode ser aplicada tanto na promoção de colaboradores antigos a novos cargos quanto no onboarding de funcionários recém-contratados. Contudo, não basta delegar essa função a empregados antigos. É preciso que esses profissionais sejam devidamente capacitados. Afinal, o facilitador deve contar com habilidades e competências para identificar forças e fraquezas e contribuir com o desenvolvimento de seus colegas.

5. Software de RH

Os softwares de RH são ferramentas de gestão de pessoas consideradas indispensáveis em várias atividades do setor, desde a contratação até os métodos de comunicação ou DHO. Esses sistemas integrados atuam no ambiente online, oferecendo uma vasta gama de recursos valiosos, tanto para a aquisição de novos talentos quanto para o gerenciamento de colaboradores da empresa.

Por meio dessas ferramentas, o RH pode controlar aspectos como o acompanhamento da evolução dos processos seletivos e a melhoria na comunicação com os candidatos e funcionários. Até mesmo a divulgação das vagas pode ser otimizada.

Com tantas funcionalidades a seu favor, a empresa consegue promover a diversidade de talentos, reduzir passivos, encurtar processos seletivos e economizar tempo e recursos financeiros. Isso permite que o setor de RH se concentre em questões menos burocráticas e mais estratégicas.

Para concluirmos, vale destacar que, para escolher a melhor ferramenta de gestão de pessoas para cada situação da empresa, é necessário identificar quais aspectos desafiam a organização e quais seus objetivos a longo prazo.

Precisa de ajuda para organizar melhor a gestão da sua empresa? Fale com nossos especialistas! Eles podem te ajudar a entender melhor cada uma das opções e vantagens!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp