Saiba como fazer um mapeamento de competências e quais são os tipos

como fazer um mapeamento de competências

O mapeamento de competências é uma estrutura de avaliação que permite identificar as habilidades organizacionais que são importantes para os valores e princípios do negócio, além de determinar se os profissionais recrutados estão de acordo com essas necessidades.

É um importante instrumento para o setor de RH e para o alinhamento do negócio como um todo. Quando bem implementado, é possível aumentar a performance e o resultado da organização.

O mapeamento pode ser fundamental tanto para a aquisição tanto de talentos e quanto na gestão de pessoas na empresa. Por isso, é importante conhecer os principais detalhes sobre o assunto. Confira a seguir.

Quais são os tipos de mapas de competências?

Temos dois tipos de mapeamento de competências. São eles:

  1. Mapeamento comportamental: estão relacionadas com as soft skills, ou seja, com comportamentos que estão alinhados com as estratégias internas e com a cultura da organização;
  2. Mapeamento de competências técnicas: estão relacionadas com as hard skills, ou seja, o conhecimento técnico necessário para realizar as atividades.

Por que o mapeamento de competências é tão importante?

O mapeamento de competências pode trazer uma série de benefícios para as rotinas de RH e para a empresa como um todo. São eles:

  • definir avaliações de desempenho que sejam mais precisas e direcionadas para as necessidades do negócio;
  • identificar um melhor alinhamento com as competências necessárias para o negócio;
  • identificar eventuais falhas e gaps de competências dos colaboradores e pensar em estratégias para resolver a situação;
  • possibilitar processos de recrutamento e seleção mais eficientes, que permitam identificar os candidatos com melhor perfil para a vaga;
  • diminuir índices de turnover e facilitar processo de sucessão de colaboradores;
  • indicar os melhores perfis para promoções;
  • promover ações que permitam manter os colaboradores mais engajados.

Como fazer o mapa de competências?

Confira a seguir um passo a passo sobre como fazer o mapeamento de competências desde o começo e permita que seu negócio consiga ter os benefícios que listamos anteriormente. Lembre-se de ter atenção

Liste as competências importantes para as atividades e para a organização

Se você ainda não adota o mapeamento de competências em sua empresa, o primeiro passo é definir quais são as competências que são relevantes para o negócio. Isso porque nem todas elas fazem sentido ou são importantes para as atividades que são executadas, enquanto outras são essenciais para proporcionar maior produtividade, eficiência e melhoria do clima organizacional.

Definir essas competências é fundamental, inclusive, para definir a hierarquização delas. Por exemplo, sua empresa tem uma perspectiva mais acolhedora, é preciso que as lideranças tenham a competência de uma visão humana, acolhedora e que isso seja passado para todos os colaboradores da empresa no dia a dia.

Defina as competências cargo a cargo

Além de pensar nas competências que estejam alinhadas com as perspectivas do negócio como um todo, é preciso considerar o que é esperado cargo a cargo. Por exemplo, um profissional na área de Tecnologia da Informação que vá trabalhar com ciência de dados precisa ser um profissional com boa capacidade analítica. Essa competência pode não ser prioritária, por exemplo, para quem trabalha com um apelo maior de criatividade.

Por isso, faça um mapeamento das competências que são mais indicadas para cada cargo. Para isso, faça análises profundas para cada uma delas e, ao mesmo tempo, alinhe essas questões com as competências que fazem sentido para o negócio como um todo.

Defina indicadores e métricas

Como aplicar o mapeamento na prática? Isso é feito por meio de indicadores e métricas definidas pelo setor de RH, tanto para processos de recrutamento quanto, também, para fazer a gestão de pessoas no seu negócio atualmente.

lideranca

Por exemplo, ao contratar uma pessoa, é possível realizar testes de mapeamento de competências nos candidatos e identificar quais delas realmente dão match com aquelas que são essenciais para sua empresa. Com isso, é possível manter um processo de contratação mais alinhado e evitar altos índices de turnover e necessidade de trocas recorrentes dos times.

Da mesma forma, ao analisar as competências de quem já faz parte dos times, é possível desenvolver aquelas que sejam necessárias para quem possa ainda não ter elas tão fortes como um soft skill quanto, também, minimizar pontos de vulnerabilidade, ajudando a otimizar pontos fracos dos seus profissionais, facilitando a gestão de pessoas.

Da mesma forma, a análise dessas métricas pode orientar decisões importantes. Por exemplo, se há uma lista de profissionais indicados para uma possível promoção, a análise do mapeamento de competências ajudará a definir quem está, hoje, mais bem-preparado para assumir a nova função.

Faça avaliações de competências e habilidades periodicamente

É importante repetir essas avaliações, principalmente, porque os profissionais podem investir em treinamentos e capacitações por conta própria, para amenizar vulnerabilidades, bem como também o RH pode investir em melhorar pontos de vulnerabilidade nas competências dos profissionais.

Com isso, é possível identificar quais medidas devem ser tomadas, seja de forma individual ou coletiva, para proporcionar a melhoria dos times e, consequentemente, da produtividade como um todo.

Para isso, você pode adotar diferentes tipos de avaliação por competências, entre eles:

  • entrevista estruturada;
  • entrevista comportamental ou situacional;
  • testes de mapeamento de competências.

Defina estratégias de desenvolvimento

Dentro do ambiente organizacional, pense de que forma é possível desenvolver as habilidades e competências técnicas a partir dos resultados obtidos. Esse é um ponto fundamental que faz parte das funções do RH.

Com essas informações, você sabe exatamente em que ponto intervir e, assim, auxiliar no desenvolvimento dos times e nas competências individuais dos colaboradores. Por isso, o mapeamento é um instrumento essencial para suas rotinas.

O mapeamento de competências é umas das ferramentas mais importantes para gestão de pessoas. Utilizado em conjunto com outros instrumentos (como avaliação de desempenho), permite que os gestores possam direcionar os times para estarem mais alinhados com as competências definidas previamente. Por isso, não deixe de acompanhar como trazer isso para o negócio.

Para auxiliar em suas rotinas de Recursos Humanos e trazer as principais medidas de avaliação e gestão de pessoas, conte com a Seres. Atuamos em todo o país, proporcionando um RH mais eficiente, seguro e atualizado com as novas tecnologias, além de uma perspectiva de atendimento humanizado e processos customizados de acordo com as demandas da sua empresa.

Entre em contato e vamos conversar sobre essa possibilidade.

ebook headhunting
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp