Home office na pandemia: 6 dicas para gestão de tempo

Home Office na Pandemia

Por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos profissionais precisaram adotar o modelo de trabalho home office. Apesar dos benefícios, esse é um formato que também pode trazer muitos desafios a serem vencidos. Entre eles, os mais evidentes são problemas relacionados à produtividade e à gestão do tempo.

Para ajudar a enfrentar esses obstáculos, separamos algumas dicas que podem fazer a diferença em sua rotina.

 

Home office na pandemia: 6 dicas fundamentais para manter o foco e gerir melhor o tempo no home office

 

1.  Tenha um horário de trabalho bem definido

Uma das grandes vantagens de se trabalhar em casa é a flexibilidade de horário. Porém, essa flexibilidade pode acabar se tornando um grande pesadelo à medida em que as tarefas começarem a se acumular ao longo dos dias e a sua produtividade cair.

Uma dica valiosa é estabelecer horários fixos para suas atividades profissionais. Dessa maneira, sua mente aprenderá aos poucos que esse é o momento de permanecer focado.

 

2.  Estabeleça um acordo familiar

Existe uma linha muito tênue que separa as atividades pessoais das profissionais quando se está em home office, por isso é tão importante saber dividir os horários de um e de outro.

Evite ao máximo afazeres pessoais dentro do horário de trabalho, isso irá minar aos poucos a sua energia, foco e rendimento. Uma atitude que pode fazer grande diferença nesse momento é selar um acordo familiar para que você não seja interrompido no horário profissional.

Porém, também é importante que você não desrespeite o tempo que você precisa dar atenção para sua família.

 

3.  Organize o seu dia

Uma ação essencial a se fazer para manter a produtividade no home office é ter a consciência sobre as tarefas. Para resolver isso é simples, monte uma lista de tarefas com tudo o que você precisa fazer naquele dia.

Organize seu dia em blocos de atividades, respeitando o seu nível de energia. Sendo assim, evite colocar tarefas mais complexas no final do dia, onde você provavelmente já estará mais cansado.

 

4.  Separe um momento para si

Você já deve ter percebido até aqui que a rotina de trabalhar em casa não é o mar de rosas que parece.

É preciso muita determinação e esforço para conseguir manter um ritmo adequado e produtivo, mas em meio a tudo isso é natural que haja também estresse e desconforto. Por isso, é fundamental que você separe um momento para cuidar de si.

Se o seu corpo e sua mente estiverem saudáveis, sua rotina com certeza não será um problema. Sendo assim, destacamos algumas dicas de atividades que você pode começar a praticar sem precisar sair de casa.

  • Meditação;
  • Oração;
  • Yoga;
  • Dança.

 

5.  Continue evoluindo

A liberdade do home office também acaba gerando, em alguns casos, a acomodação por parte do profissional, o que faz com que ele acabe estagnado no tempo. Agora, mais do que nunca, é um momento de se manter atualizado e focado no crescimento pessoal.

Sendo assim, aproveite para fazer uma lista de conteúdos e livros que te ajudarão a se manter mais ativo e comprometido com os seus objetivos.

E claro, não esqueça de investir em cursos de capacitação que te permitirão não apenas enfrentar essa fase, mas também sair dela muito melhor do que você entrou.

 

 

6.  Entenda o seu ritmo e não se cobre tanto

Principalmente para quem tem filhos menores em casa, esse processo de adaptação pode acabar sendo um pouco mais complexo.

Nesse momento, os pais estão enfrentando uma nova rotina que, em partes, se assemelha aos feriados e finais de semana, com uma diferença: que eles precisam trabalhar!Nesse ponto é possível que algumas das dicas passadas até agora não se apliquem, e tudo bem.

O mais importante é encontrar a que melhor se adequa a sua realidade e não se cobrar demais.

Existem algumas estratégias que têm gerado resultados entre grupos de pais, também praticantes do home office, que talvez possam servir de inspiração ou modelo. Uma delas é a criação de um quadro ou mural que oriente as crianças sobre o que irá acontecer ao longo do dia.

Não precisa ser algo rígido, mas é importante para que os menores se acostumem com sua nova rotina.

 

Outra dica seria montar um grupo entre pais, onde cada dia da semana um fique responsável por gerir brincadeiras e atividades online para entreter as crianças, como encontrar objetos pela casa e contação de histórias.

Esses são apenas alguns exemplos mais criativos, mas dependendo do caso, o básico pode resolver. Como delegar e revezar obrigações com o cônjuge.

Se todos contribuírem, ninguém ficará sobrecarregado e o mais importante, as crianças continuarão felizes e sorridentes neste período de quarentena.

 

O que podemos tirar de proveito desse período de pandemia

 

Você pode se reinventar

Muitos profissionais e empresas estão descobrindo um novo formato de trabalho que nunca tinham imaginado ou experimentado.

Essa adaptação também servirá para mostrar aos gestores e colaboradores que é possível cumprir boa parte das funções remotamente, mostrando que a reinvenção é sim possível.

As prioridades precisam ser frequentemente repensadas

Em meio a este cenário inesperado, gerado pela pandemia, temos observado a mudança brusca do comportamento e das metas.

A fim de acompanhar essa dinâmica, é fundamental que repensemos as prioridades em nossas rotinas.

Logo, dê mais valor aos seus planejamentos e não ignore a possibilidade de ter um plano de contingência.

Novos hábitos e ferramentas não podem ser ignorados

Esse período de confinamento tem mostrado, entre outras coisas, que somos perfeitamente capazes de aprender novos hábitos e de nos adaptar às adversidades.

Muitas pessoas estão inclusive descobrindo, nas ferramentas digitais, um grande potencial para expandir o seu conhecimento e capacitação com maior velocidade.

Como podemos ajudar?

Independente do cenário de pandemia, Gestão do Tempo é um tema de alta relevância para garantirmos uma vida mais produtiva e livre da procrastinação.

 

Neste artigo apresentamos algumas dicas de como gerir esse recurso tão precioso, escasso e não renovável que é o tempo. Ainda assim, podemos ampliar esta discussão, apresentando a sua empresa novos conceitos, métodos e ferramentas que auxiliarão suas equipes a terem tempo suficiente para fazerem tudo o que desejam.

 

Por meio de treinamentos presenciais ou à distância, que conciliam teoria, games, estudos de casos e dinâmicas vivenciais, podemos apoiar seus colaboradores a realizarem o gerenciamento de suas agendas de forma mais eficaz, através de um planejamento de curto, médio e longo prazo.

E aí? Se identificou com este tema? Se você sofre com os impactos da má gestão do tempo em sua empresa, fale com a gente! Nossos consultores têm a solução para esta questão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp