Conheça 5 profissões que estarão em alta em 2022

profissões em alta para 2022

Não é preciso ser especialista para notar que, nos últimos anos, o mercado de trabalho passou por drásticas mudanças. Entre os fatores responsáveis por essa evolução, o forte processo de transformação digital é um dos principais. Por isso, quem está em busca de construir uma carreira precisa saber quais serão as profissões em alta para 2022.

O mercado de trabalho está se expandindo em direção à tecnologia, e isso significa que a demanda por pessoas com habilidades e expertises na área está a cada dia mais alta. Analistas de dados, especialistas em segurança da informação, especialistas em Direito Digital e demais profissionais cujas qualificações têm relação com o universo digital são apenas alguns exemplos.

Por isso, preparamos este post para você conhecer as 5 profissões que estarão em alta para 2022. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura do conteúdo!

1. Especialista em e-commerce

Se antes da pandemia de Covid-19 o setor de comércio digital já se mostrava indiscutivelmente promissor, agora ele tende a ser um dos pilares da economia mundial para os próximos anos. Para você ter uma ideia, somente durante o período mais intenso de isolamento social, mais de 10 milhões de brasileiros realizaram uma compra na internet pela primeira vez. E, quem já consumia digitalmente, passou a comprar produtos ou serviços diferentes.

Com base nesse contexto, a demanda por profissionais experientes em e-commerce deu um salto impressionante nesses últimos dois anos. As empresas têm procurado pessoas que não somente entendam sobre lojas virtuais, mas que também tenham uma visão estratégica sobre como gerenciar esses espaços digitais e tomar as melhores decisões para proporcionar uma experiência de consumo online positiva.

2. Gestor de inovação e criatividade

Que o mercado busca profissionais criativos não é nenhuma novidade, mas em meio a tantas mudanças comportamentais tanto em termos de consumo de produtos e serviços quanto de informação e entretenimento, o alvo das empresas agora são pessoas com perspectiva ampla e visão estratégica sobre tendências inovadoras.

O gestor de inovação e criatividade é o profissional que se responsabilizará por repensar as ações e estratégias de uma marca. Seja para consolidá-la diante do público-alvo ou para fomentar seu core business, o fato é que seu intuito é otimizar o modelo de negócios já existente. Embora as máquinas sejam excelentes recursos para análise de dados e automação de processos, elas não têm pensamento crítico ou capacidade para criar novas ideias. E é aí que entra o papel deste profissional.

Entre as soft-skills e hard-skills desejáveis neste profissional, estão o Design Thinking, a Inteligência Emocional (crucial para o mapeamento de personas e o trabalho em equipe) e, é claro, a habilidade para lidar com ferramentas ágeis e novas tecnologias.

3. Especialistas em Direito Digital

Provavelmente, você já ouviu falar sobre o uso de dados sensíveis pelas empresas, não é verdade? Essa é uma discussão que ficou em alta nos últimos anos, especialmente devido ao crescimento do número de usuários na internet e do recolhimento de suas informações para fins corporativos. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi criada justamente para regulamentar a forma como as empresas utilizam esses dados e torná-las responsáveis por seus atos.

Com isso, surgiu um universo de oportunidades para profissionais que têm interesse em exercer atividades jurídicas relacionadas ao universo digital. Ações judiciais envolvendo danos morais por uso indevido de dados, questões sobre direitos autorais e transações comerciais online estão se tornando cada vez mais comuns. Sendo assim, uma das profissões em alta para 2022 é o especialista em Direito Digital, isto é, advogados com especialização no ambiente virtual.

Para se destacar na área, o profissional deve se manter constantemente atualizado sobre as decisões jurídicas que impactam nas demandas que envolvem a internet e acompanhar as tendências tecnológicas, especialmente as que têm relação com o uso de dados sensíveis e troca de informações pessoais.

4. Especialista em saúde em mental

A crescente presença da internet e da tecnologia não traz somente facilidades e benefícios. O constante contato com a informação, a conectividade em tempo integral e o senso de urgência causado pela “facilidade de comunicação” que os apps de mensagens trouxeram estão entre os fatores que afetam a saúde mental das pessoas.

A popularização do home office resultou, de um lado, na eliminação das barreiras geográficas e ajudou a normalizar o trabalho remoto, mas, de outro, contribuiu para o aumento de casos de síndrome de burnout — síndrome do esgotamento profissional — e outras patologias relacionadas à degradação da saúde mental no trabalho.

Além disso, o isolamento social, o delicado cenário político e o incerto panorama econômico mundial são fatores que têm impulsionado doenças como ansiedade e depressão. Não é por coincidência que cerca de 47% dos profissionais que atuam com serviços essenciais apresentaram quadros de burnout somente nos últimos dois anos.

Dado o contexto, há uma forte tendência de que profissões em alta para 2022 estejam ligadas aos cuidados com a saúde mental, como psiquiatras, terapeutas e demais profissionais que ajudem a manter a psicologia organizacional. Afinal, em um mundo digitalmente conectado, reestabelecer as conexões humanas nunca foi tão importante.

5. Gestor de Recursos Humanos

Por fim, em meio a tantas novidades tanto no mercado de trabalho quanto na sociedade em geral, se há uma função que se tornou necessária nestes últimos, e uma das profissões em alta para 2022, é a de gestor de Recursos Humanos.

Esse profissional deve ter visão estratégica e “tato” para tomar boas decisões e estratégias para atrair e reter os melhores talentos do mercado. Além disso, ele precisa dar atenção às iniciativas praticadas para transformar a equipe de colaboradores em pessoas mais produtivas e comprometidas com os resultados da empresa de maneira saudável, tais como:

  • organizar treinamentos;
  • elaborar estratégias para proporcionar mais qualidade de vida aos funcionários;
  • atuar na elaboração do plano de cargos e salários;
  • colaborar para os funcionários terem um plano de desenvolvimento individual;
  • sugerir incentivos para os times.

E ai, se identificou com alguma delas?

Vale lembrar que é muito importante você ficar por dentro dessas novidades do mercado de trabalho, o Grupo SERES está divulgando constantemente vagas e tendências em áreas ligadas à transformação digital e inovação.

Quer acompanhar todos os conteúdos informativos, dicas e novidades postadas pelo Grupo SERES? Então siga-nos nas redes sociais! Estamos no LinkedIn, no Instagram e no Facebook!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp