Como escolher uma empresa para trabalhar? Confira 6 dicas!

como escolher uma empresa para trabalhar

Você sabe como escolher uma empresa para trabalhar? Muitas vezes não damos atenção a esse questionamento simplesmente porque a situação atual não nos permite sequer pensar em uma escolha, já que geralmente precisamos aceitar a primeira oportunidade que aparece, mas não precisa ser assim.

Escolher um bom local de trabalho não somente gera um grande impacto no seu futuro profissional como ajuda a manter a sua saúde física e mental — o que é imprescindível para ter um bom desempenho em qualquer empresa. Neste post, traremos 6 ótimas dicas para ajudar nessa escolha. Confira!

1. Descubra quem é você profissionalmente

A primeira etapa para escolher uma empresa para trabalhar é descobrir o profissional que você é. Isso porque quando você não conhece o seu perfil, ficará um pouco mais difícil saber se uma companhia é compatível ou não. Por esse motivo, é indicado começar pelo autoconhecimento.

Você pode partir de alguns pontos-chave, como refletir sobre quem é você, como chegou até o momento atual, quais são as suas metas de vida, seu perfil comportamental, quais são as suas soft skills, como você gostaria de trabalhar e por aí vai. Faça esse primeiro momento ser um pouco mais reflexivo e foque em tudo o que sentir que está diretamente relacionado a você e à sua rotina.

Caso não consiga pensar em muitas coisas, não se preocupe! Você pode utilizar recursos para auxiliar nesse momento, como os testes comportamentais — que são encontrados com muita facilidade na internet e são gratuitos. Vale lembrar que eles não fornecem respostas definitivas, mas podem ajudar você a descobrir quais são seus pontos fortes.

2. Considere os seus valores

Assim que você conseguir descobrir um pouco mais sobre você, você precisará entrar em uma nova descoberta, mas agora para entender o que você sempre valoriza — ou seja, quais são as suas convicções e os seus princípios.

Para começar, você pode pensar no que guia a sua vida. Você pode ir além e incluir o que move o seu comportamento e as suas crenças, além do que você considera ser o certo. O pensamento de que todas as pessoas devem ser tratadas igualmente independentemente de qualquer característica pessoal, por exemplo, pode ser um dos seus valores.

Então, nessa etapa a sua tarefa é fazer uma lista com tudo o que você considera ser valor para a sua vida. Eles ajudarão a entender mais sobre quem é você, de fato, e serão também indispensáveis para escolher a empresa mais adequada para você trabalhar.

3. Pense no estilo de vida pretendido

Antes mesmo de listar em quais instituições você deseja trabalhar, uma boa ideia é analisar qual estilo de vida você quer ter e o que seria indispensável dentro dele. Uma pesquisa realizada pela Salesforce, por exemplo, demonstrou que 52% dos profissionais estão mais dispostos a mudar de cargo para manter o estilo de trabalho home office.

Com essa pesquisa, percebemos que o home office talvez seja o fator que possibilite que as pessoas trabalhem de vários lugares que não o escritório e que isso pode ser essencial para que algumas delas se realizem profissionalmente. Ou seja, só aceitariam mudar de emprego por vagas que possibilitassem que tivessem esse estilo de vida.

Quais são os fatores decisivos para você escolher uma vaga em detrimento de outras? Horário flexível? Plano de saúde? Ter benefícios relacionados à saúde mental ou um plano de desconto em academias?

O importante, nesse caso, é conseguir identificar o que é sinônimo de qualidade de vida e como uma empresa pode contribuir para a melhora da sua.

4. Procure saber sobre a cultura organizacional

A cultura e o clima organizacional podem ser fatores muito interessantes para você levar em conta no momento de escolher uma empresa para trabalhar. Isso porque, de uma maneira bem resumida, ela age como se fosse um guia comportamental para os colaboradores.

Saber sobre ela vai ajudar você a entender o funcionamento do ambiente de trabalho, assim como a dinâmica das relações acontece dentro da empresa. Isso é muito relevante, já que você provavelmente passará muito mais tempo com seus colegas de trabalho do que com pessoas de outros círculos sociais. Então, é primordial que vocês consigam desenvolver boas relações.

Suponha que você seja uma pessoa bastante colaborativa. Muito provavelmente não conseguiria se adaptar dentro de uma instituição que promovesse uma maior independência e até o individualismo dos colaboradores.

Por esse motivo, é extremamente necessário avaliar as empresas que têm uma cultura organizacional que se alinhe aos seus comportamentos para que as chances de ter um bom relacionamento com os seus colegas aumentem.

5. Analise as oportunidades de crescimento

Para quem deseja evoluir dentro de uma mesma profissão, é muito importante fazer parte de uma empresa que dê chances reais de crescimento. Se uma das suas metas é chegar a cargos mais altos, como os de gestão, é bom evitar trabalhar em locais em que vai permanecer na mesma atividade por muito mais tempo do que gostaria.

Antes de aceitar qualquer proposta, então — seja ela qual for —, confira se existe algum tipo de plano de carreira e de salário que valorize os colaboradores interessados em crescer e em buscar a melhoria constante como profissionais. Só assim você terá a certeza de que escolheu a oportunidade certa.

6. Avalie a remuneração

O salário é um dos quesitos mais importantes para a escolha de uma vaga para trabalhar, mas não deve ser o único aspecto a ser levado em conta por você nesse momento. Isso porque não adianta receber uma remuneração alta e até mesmo acima do mercado caso você não consiga estar feliz com o ambiente de trabalho ou mesmo produtivo.

É claro que o fator financeiro tem um grande peso na sua carreira e na maioria dos profissionais atualmente. Mas lembre-se de que também não vale a pena trabalhar em um lugar em que o salário é muito baixo e que ainda por cima não proporciona uma boa qualidade de vida para você e seus dependentes. Tudo é uma questão de equilíbrio.

Viu só como escolher uma empresa para trabalhar é importante? Para que você faça a melhor escolha, não adianta avaliar somente alguns fatores — como o salário — em detrimento dos outros. Todos eles precisam ser levados em consideração nesse momento e, por isso, é muito importante que você tire um tempo para se dedicar a cada um deles.

Gostou do assunto deste post? Tem mais alguma dica que gostaria de compartilhar conosco? Então deixe um comentário e vamos conversar!

ebook headhunting
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp