Conheça o guia completo para você aprender a fazer um currículo para seu primeiro emprego

currículo para primeiro emprego

A maioria das empresas já compreende a relevância social de oferecer oportunidades para os profissionais que têm interesse em participar do mercado de trabalho. Encontrar um emprego pode ser um grande desafio para quem está iniciando a carreira, contudo, existem competências que são bastante apreciadas e que podem ser registradas em um currículo.

Basta saber organizar as informações e experiências vivenciadas para aumentar as chances de participar de um processo seletivo. As atividades extracurriculares e um bom estágio são ótimas opções para se registrar nesse documento. É preciso colocar no papel todas as qualidades importantes para ocupar um cargo oferecido pelo empregador.

A construção de um currículo bem estruturado, objetivo e que represente um profissional como ele realmente é pode ser a solução para a conquista de uma vaga. Neste post, vamos explicar como montar um currículo para conseguir o primeiro emprego, sem ter experiência, mostrando as habilidades que devem ser abordadas e muito mais.

Deseja acessar um guia completo de como elaborar seu currículo para primeiro emprego? Continue a leitura!

Qual a importância do currículo para o primeiro emprego?

O currículo é muito importante na hora de encontrar o primeiro emprego, pois ele pode destacar um candidato entre os demais, bem como aumentar as suas possibilidades de contratação. Esse documento deve focar nos seus objetivos e nas suas habilidades, ainda que você não tenha nenhuma experiência ou carteira assinada.

Use o currículo para demonstrar que você tem outras qualidades que vão contribuir com o crescimento da empresa. Ele será um tipo de cartão de apresentação para o profissional que fará a seleção e recrutamento de novos colaboradores. Por esse motivo, aproveite essa chance e cause uma boa impressão desde a primeira etapa.

Quais informações relevantes para utilizar no currículo?

Reflita sobre o que precisa colocar no documento para assumir o cargo disponível e destaque as suas melhores características, habilidades e estudos. Algumas informações relevantes devem ser registradas no currículo para impressionar durante a seleção de candidatos. Veja a seguir como fazer para conquistar uma vaga sem ter prática profissional em sua área de atuação!

Dados pessoais

Os dados pessoais não podem faltar no seu currículo desde que sejam colocados na ordem correta no cabeçalho da página. Registre o seu nome completo, e-mail, número de telefone fixo e celular para contato, endereço de perfil nas mídias sociais, como Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter, entre outros. Aponte a cidade onde mora e se quiser, coloque a sua idade.

Objetivos

Aponte no documento a sua área de atuação com poucas palavras e os seus principais objetivos. Marque o seu campo de interesse se ele estiver de acordo com o cargo pretendido e jamais escreva que procura cargos não relacionados com a vaga disponível. Em determinadas situações, no campo das profissões, você poderá registrar o seu objetivo principal.

Experiências

Normalmente quem não tem experiência em outras organizações corporativas registra no currículo a sua prática em atividades voluntárias ou estágio. Caso você tenha participado de programas extracurriculares ou um de programa de iniciação científica, poderá colocar essas informações no documento. Lembre-se ainda de falar sobre trabalhos como freelancer ou ingresso em Organizações Não Governamentais.

Mas coloque dados que agreguem valor para a conquista da vaga pretendida, por exemplo, o cargo ocupado. Não se esqueça de revelar o nome do órgão de pesquisa ou da empresa onde estagiou, o período de trabalho nesse local com data de entrada e saída. Por fim, descreva as atividades realizadas neste local.

Qualificação

A qualificação profissional também corresponde à descrição das habilidades e competências técnicas que serão úteis para ocupar o cargo. Anote-as de maneira resumida sem esquecer-se das informações mais relevantes. Evite fazer uma lista enorme, mas inclua experiências no exterior, cursos extracurriculares, participação em eventos relevantes para o cargo. Organize por instituição, data e local. Também indique se possui conhecimento em uma língua estrangeira e seu nível de proficiência.

Formação acadêmica

No campo da formação acadêmica é indicado mencionar o nome do curso de graduação, o endereço e a denominação da faculdade e o período do curso. Se ainda não tiver sido concluído, aponte o ano da provável conclusão e formatura.

Como se destacar no currículo?

Inicie a reestruturação do documento com a finalidade de ter capacidade competitiva diante dos seus concorrentes. As informações precisam ser registradas de forma estratégica e acertada, levando-se em consideração que as empresas usam soluções tecnológicas que analisam palavras-chaves durante a triagem curricular. Observe abaixo outras dicas de como se destacar no currículo!

Coloque todas as informações necessárias

Crie um checklist para certificar-se de que o seu currículo tem tudo o que deveria ter antes de enviá-lo para a empresa. Confira se foram registradas as informações pessoais relevantes, o link de perfil das redes sociais e de portfólio atualizado. Se for preciso, inclua se tem carro próprio, os dados da carteira de habilitação e a disponibilidade para realizar viagens.

Preste atenção no descritivo da vaga

Analise minuciosamente a descrição da vaga para garantir que o seu currículo está direcionado para as atribuições solicitadas pelo setor de Recursos Humanos (RH). Tenha cuidado para atender aos requisitos registrados e elabore o documento do modo mais apropriado possível. Procure maneiras para melhorar a sua candidatura utilizando palavras adequadas.

Revise a ortografia do seu documento

Faça a revisão da ortografia do seu currículo, tendo em vista que os erros de grafia podem desqualificá-lo para a vaga. Um simples descuido no momento de digitar o documento pode causar falhas ou a colocação de uma letra incorreta entre as demais. As triagens feitas pelos robôs poderão impedir você de passar para a próxima fase de entrevista.

Cuidado com o layout

Cuide do layout, já que ele poderá melhorar o visual do seu currículo, torná-lo mais moderno e atrativo. Mas não exagere no uso de cores ou infográficos porque essas informações atrapalham a triagem. Evite usar aplicativos para a criação de currículos criativos, pois as caixas de texto poderão deixar de serem lidas pelas soluções tecnológicas.

Localize as palavras-chave

Pense em localizar as palavras-chave antes de concluir o seu currículo. Esses termos são as partes mais importantes do texto, as quais geralmente são sublinhadas durante a leitura para recordar o que está escrito. Durante a elaboração curricular, você pode destacar os dados mais relevantes da descrição para melhorar as suas chances.

Faça cursos e voluntariado

Invista em cursos e participe de voluntariados para ter boas experiências a serem registradas no seu currículo. Isso o ajudará a se mostrar capacitado para preencher as vagas. Esteja presente em palestras, workshops, certificações, pós-graduações etc. Há diversas instituições que oferecem cursos gratuitos muito bons e o voluntariado é uma ótima alternativa para praticar os estudos.

Saiba o que não precisa inserir

Alguns dados não precisam ser inseridos nesse documento, tais como endereço completo, fotografia, estado civil, idade, número de documentos pessoais, entre outros. As suas habilidades comportamentais serão analisadas na fase da entrevista, motivo pelo qual é aconselhável focar nas competências técnicas ao preencher o currículo. Tente interpretar a descrição das qualificações para o cargo pleiteado.

Como fazer um currículo para o primeiro emprego?

Um currículo para o primeiro emprego é organizado para alcançar a independência financeira e pessoal de um profissional. Esse documento não pode ser feito ou entregue aos departamentos de RH de qualquer maneira ou estar sem as informações essenciais ou experiências indispensáveis. Confira os detalhes sobre como fazer para elevar as chances de uma contratação!

Comece pelas informações pessoais sem exagerar

Sempre que o recrutador recebe um currículo, ele procura averiguar todos os dados pessoais do candidato. Essas informações devem revelar de forma rápida e direta o nome, o estado civil, a data de nascimento, a cidade, estado e CEP onde o profissional reside, endereço eletrônico e redes sociais ativas, telefone residencial e outras formas de contato.

Defina um objetivo profissional

Tenha em mente o seu objetivo profissional enquanto elabora o seu currículo. Seja claro e direcione às suas metas para a vaga em questão. Mas não escreva que está em busca de um emprego para conquistar a sua independência em um local que ofereça chances de crescimento profissional. Esse tipo de informação é óbvia e muito vaga.

Destaque a sua formação acadêmica e extracurricular

Encontre um meio de destacar a formação acadêmica e os cursos extracurriculares realizados. Diga aonde você fez a sua graduação e aponte diferenciais que complementem os seus estudos do ensino médio ou superior. Workshops e palestras referentes ao cargo almejado são dados relevantes que precisam constar no seu currículo.

Prove ao recrutador que esteve em busca de aprendizados e que já tem uma carreira definida, embora falte experiência prática na sua área. Enriqueça o seu currículo e se diferencie de outros candidatos ao registrar a previsão de término de um curso. Se não está estudando, aponte a sua formação mais recente que deverá ser a primeira da lista.

Mencione sua experiência com trabalhos voluntários

Fale a respeito da sua experiência com pequenos serviços informais ou trabalhos voluntários no documento. As empresas costumam valorizar profissionais que aproveitam as oportunidades de aprendizado que surjam durante a sua trajetória para se desenvolver e aprender a sua profissão. Capriche e dê atenção especial ao mencionar as suas vivências profissionais mais relevantes e atuais.

TrabalhoRemoto

Destaque suas qualificações profissionais

É importante destacar as suas qualificações profissionais no seu primeiro currículo. Aproveite esse campo para revelar os seus conhecimentos, características e qualificações acumuladas no decorrer dos anos para alcançar o cargo pretendido. Faça um exercício de autoconhecimento e reflita sobre as atribuições da vaga a ser disputada com outros candidatos.

Identifique as competências e habilidades que esse cargo exige e compare com os talentos que você desenvolveu. Verifique se a vaga requer afinidade com mídias sociais, conhecimentos sobre indicadores de desempenho, facilidade na escrita de artigos para públicos diversos etc. Para ser selecionado, você terá que demonstrar que conhece as ferramentas mais utilizadas na execução das tarefas e das rotinas.

Na atualidade, são relevantes as qualificações referentes ao relacionamento com clientes e colegas de trabalho. Além disso, é crucial saber fazer bom uso das redes sociais, ter senso de organização que é crucial para o planejamento da rotina, usar a criatividade para encontrar soluções diante de desafios, ser ágil na realização das atividades e muito mais.

Registre informações complementares

Determinadas informações podem não se encaixar em alguns tópicos. Todavia, podem ser essenciais para aumentar a chance de conquistar a vaga. Informe se você tem disponibilidade de mudança ou viagens, se tem família em outra cidade ou estado etc. Outro detalhe relevante é a personalização que poderá diferenciar o documento durante a seleção.

O que não se deve fazer no currículo para o primeiro emprego?

Há diversas condutas que não devem ser realizadas no preenchimento de um bom currículo para conseguir o primeiro emprego. O candidato deve evitar o registro de certos dados que não são indispensáveis à sua seleção e que deixam o documento difícil de ler e muito extenso. A seguir, mencionaremos o que não é necessário incluir no currículo!

Evite colocar documentos

Alguns anos atrás era comum colocar os números dos documentos nos currículos para a conquista de vagas de trabalho. Hoje essa prática é desnecessária e não é exigida pelas organizações. Não use fontes de difícil leitura ou letras cursivas para montar o seu currículo, evite assinar e datar o documento.

Usar várias cores no currículo de cores é outra prática inapropriada. Você pode usar o negrito para destacar as informações relevantes e os tópicos se julgar necessário. Observe a linguagem por que ela pode comprometer a sua imagem se conter erros de português e faça uma revisão detalhada de tudo o que foi escrito antes de fazer o envio.

Caso fique com dúvidas sobre a grafia de determinado termo, consulte o dicionário online e corrija se descobrir alguma falha. Não ultrapasse o limite de duas folhas de papel A4. Se você se sentir inseguro para fazer o seu próprio currículo, conte com o auxílio de um profissional especializado para revisar a ortografia e a formatação.

Nomes dos pais e agregados

Não é preciso colocar o nome dos pais e agregados no seu currículo. Essas informações podem ser fornecidas em outro momento se o gestor solicitar. Não tente impressionar o recrutador colocando um enorme volume de dados, já que essa atitude pode causar desinteresse na análise do documento. Use fontes com uma pequena diferença nos tópicos e nos textos.

Sendo assim, no campo de informações pessoais não é preciso registrar dados completos. Os nomes dos familiares não são do interesse das empresas em um primeiro momento. Afinal, é você quem será ou não contratado para trabalhar na organização. Os seus parentes podem até ser uma referência, mas poderão ser mencionados em momento posterior.

Contatos de referências

Os contatos de pessoas que servem de referências somente deverão ser transmitidos se esses dados forem solicitados em uma entrevista. A simplicidade é a melhor opção, visto que os currículos cheios de detalhes desnecessários, palavras difíceis e informações minuciosas não vão impressionar o selecionador. Um documento imenso e com uma quantia exagerada de dados pode ser deixado de lado e se perder em uma pilha de papel. Evite rebuscamentos utilizando somente informações relevantes.

Foto

Em relação ao uso das fotos nos currículos, é normal ter dúvidas sobre a aplicação ou não desse elemento. No passado, as fotografias eram exigidas pela maioria das organizações. Entretanto, na atualidade, os recrutadores têm acesso às imagens das mídias sociais e conseguem obter mais informações sobre os candidatos por meio de seus perfis.

Analise com calma o anúncio da vaga que você pretende ocupar. Há a solicitação de inserção da fotografia? Se não houver menção sobre isso, não coloque a imagem no currículo. Essa é a recomendação para os candidatos que desejam muito conquistar um cargo. Por outro lado, se for necessário fornecer esse detalhe, adapte o documento.

As fotos são colocadas nos currículos somente se a empresa exigir que o candidato a forneça. Caso isso aconteça, escolha uma fotografia na qual pareça simpático e natural. Não utilize fotos em trajes de banho ou de dormir, selfies ou roupas usadas em festas ou viagens. Uma imagem simples com a iluminação adequada e fundo neutro é perfeita.

Pretensão salarial

A pretensão salarial é outro detalhe que precisa estar nesse documento apenas se houver uma solicitação descrita no anúncio da vaga. Se for importante, o recrutador vai falar a respeito durante a entrevista.

A intenção de receber determinado valor somente deverá ser revelada se o recrutador solicitar. A pretensão salarial é algo que precisa de avaliação por parte do candidato que procura o primeiro emprego. Mencione o valor no currículo somente se a empresa pedir essa informação. Prefira apontar as suas habilidades e conhecimentos.

Recursos gráficos

Não é apropriado fazer uso de recursos gráficos e outros enfeites em seu currículo. Esqueça a inserção de elementos florais, bordas, fontes diferentes, excesso de cores, efeitos de sombra etc. Aposte na simplicidade e dê preferência para fontes sóbrias ao invés das letras enfeitadas que dificultam a leitura. É desnecessário colocar o título de currículo no documento.

Evite o uso de pronomes pessoais durante a escrita do documento, assim como as informações negativas. Se você não tiver algum tipo de conhecimento ou habilidade, não registre essa informação no currículo. Outro detalhe que não precisa ser revelado é o motivo de saída de outras empresas. Isso pode ser discutido durante a entrevista.

Não utilize cores fortes e chamativas embora entenda que algumas informações sejam mais relevantes. Use a tática do negrito ou itálico para destacar trechos, contudo, cuide com os exageros nessa aplicação e procure evidenciar apenas aquilo que for verdadeiramente importante. Elimine o tópico de referências a menos que ele seja requisitado pelo recrutador.

Certificados de cursos realizados

Além de não registrar no documento o nome da esposa, marido ou filhos, você não precisa anexar os certificados de cursos já realizados. O currículo deve estar livre de cartas de referência ou números de telefones de terceiros que poderão prestar informações sobre o profissional.

Seja verdadeiro ao realizar a descrição das competências e não minta sobre as matérias abordadas nos cursos. Não é preciso tentar deixar o seu currículo mais atrativo com informações inverídicas. Fazer isso poderá prejudicar a sua reputação. Por esse motivo, seja criterioso e mencione as suas competências sem forçar a contratação.

Formato do documento

Ao elaborar o seu currículo, tenha em mente que ele precisa ser de fácil entendimento e objetivo. Isso ajudará o recrutador a fazer uma leitura rápida do documento e evitará dificuldades para compreender os dados contidos nele. Use frases diretas e curtas que serão mais facilmente entendidas pelo profissional responsável pela etapa inicial de avaliação.

Ultrapassar o número de duas páginas causa desinteresse no recrutador e demonstra que o profissional não tem objetividade. Escrever documentos enormes não causa boa impressão aos profissionais de RH. Seja sucinto e melhore a visão de quem está fazendo a seleção sobre os seus verdadeiros objetivos. Apresente somente os dados essenciais e condizentes com as suas metas.

As fontes mais utilizadas para escrever um currículo são as encontradas em modelos padrão. Arial ou Times News Roman com tamanho 12 são ótimas opções para a elaboração do documento. Esses modelos de escrita são os mais conhecidos e usados, bem como são adotados pela maioria dos processadores de texto e agradam os leitores.

Necessidade de atualização

Como já foi dito, não se deve adicionar data no currículo para evitar a necessidade constante de atualização dos dados. Essa prática é totalmente desnecessária e não agrega valor algum ao documento. Ao contrário, é mais uma responsabilidade atribuída a quem está redigindo o arquivo. Se essa informação for registrada, deverá ser atualizada continuamente.

A atualização frequente de um currículo deve ser efetuada para adicionar informações recentes e evitar que ele pareça ultrapassado. Essa é uma função importante que precisa ser avaliada no decorrer do tempo pelo próprio candidato.

Enfim, agora você já conhece o nosso guia completo sobre como fazer um currículo para seu primeiro emprego! Saiba que esse documento poderá ser a porta de entrada para uma organização séria e renomada. Ele tem o poder de abrir ou fechar portas conforme for elaborado pelo candidato que poderá aproveitar excelentes oportunidades.

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o agora mesmo no Facebook, LinkedIn e Instagram!

ebook headhunting
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp